Segunda-feira, 1 de Janeiro de 2007

Um bom 2007

Entrámos em 2007 com o mesmo espírito que em anos anteriores. Os portugueses já não almejam melhores condições de vida, que o país recupere da grave crise económica ou que baixem os impostos. Apenas pedem saúde e festas e eu pela primeira vez abandono um pouco da minha racionalidade para lhes dar razão; para quê pensar tanto nos problemas do quotidiano quando a vida se escapa como areia por entre os dedos de uma mão? O nosso papel de marionetas está consolidado neste país, somos de novo os cordeiros que Salazar apascentou durante séculos, só que desta vez temos a banca a prometer-nos felicidade a curto-prazo, a concretização dos nossos sonhos numa lógica de gaste agora- pague se puder. Há razões então para não sermos felizes?
publicado por libato às 13:01
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Não há isenção

. Tiro pela culatra

. Falta de transparência

. Palavras para quê?

. Alguém soprou para aqui a...

. Folgas camarárias

. É política

. Postos GNR

. Viva a mulher

. Arruaceiro no governo

.arquivos

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

blogs SAPO

.Visitas

eXTReMe Tracker
blogs SAPO

.subscrever feeds