Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2007

Urgências

Várias vezes ouvimos o nosso primeiro-ministro encher a boca com modelos europeus disto e daquilo...penso mesmo que José Sócrates leva mais tempo a ler legislação europeia do que a olhar para o umbigo de Portugal. Os governantes gostam de estabelecer comparações com o "que se faz lá fora" como exemplo a seguir no que concerne às chicotadas sociais, no entanto, raramente se referem às contrapartidas e às regalias que usufruem os nossos congéneres europeus.
Em pleno rescaldo da operação "aborto", o povo saiu à rua para exigir, afinal, aquilo que se defendeu para as mulheres; o direito a cuidados de saúde em estabelecimentos legalmente autorizados e cuja localização lhe possibilite uma assistência em tempo devido. Não é bonito acenar-se para o mundo a ideia da modernidade após a aprovação do aborto e, no reverso da medalha, encerrar-se centros de saúde e degradar com isso as condições de vida das populações. É algo que, no limite, pode tangenciar o homicídio involuntário com responsabilidade estatal, como no recente caso de Odemira.
 José Sócrates elogiou os movimentos cívicos pró e contra o aborto surgidos fora da esfera partidária, agora associa as manifestações anti-encerramento a incentivos municipais. Afinal temos iniciativa para o que convém ao Estado e somos simples marionetas quando o contestamos? Este governo cada vez se percebe menos...
publicado por libato às 21:25
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Não há isenção

. Tiro pela culatra

. Falta de transparência

. Palavras para quê?

. Alguém soprou para aqui a...

. Folgas camarárias

. É política

. Postos GNR

. Viva a mulher

. Arruaceiro no governo

.arquivos

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

blogs SAPO

.Visitas

eXTReMe Tracker
blogs SAPO

.subscrever feeds